Oficina de dança contemporânea ministrada coletivamente pelas integrantes do Grupo VÃO cujo objetivo é compartilhar práticas e procedimentos relacionados ao processo criativo do espetáculo Quem com porcos se mistura farelo come. Tem como ponto de partida o interesse por um “estado de bando” que será acionado por estratégias que impulsionam a experiência de contágio e o prazer de dançar junto.  Dentre essas estratégias serão trabalhados temas como graus de intensidade corporal, escuta, diversão, pulsação e resistência. São perguntas norteadoras da oficina: como o corpo se contagia pelo corpo do outro? Quais são as forças e as fraquezas de um coletivo? Como ser indivíduo - ter, manter e transformar seus desejos - em bando? O que pode um bando?

Oficina
 
Estudos 
 sobre   
   contágio