Instantâneo apenas não é uma performance site specific de dança criada a partir da observação do cotidiano do Centro Cultural São Paulo, do diálogo entre dança e instalação audiovisual, entre imagem presencial e imagem gravada, entre público e privado. O trabalho se aproxima de elementos da obra “sistema-cinema” do artista plástico Ricardo Basbaum, criada exclusivamente para o Centro Cultural São Paulo e exposta em 2009.

Partindo da experiência de observar com atenção o Jardim Central do CCSP a performance não só explora questões espaciais e arquitetônicas ali dispostas, mas também se relaciona com os frequentadores e seus modos de compor o cotidiano, de conviver e presentificar o espaço físico.Esta criação é uma composição em que a dança pode ser vista ao vivo ou mediada por uma instalação de cinco televisores que exibem imagens gravadas anteriormente por câmeras espalhadas em pontos escondidos do CCSP e que, durante a performance, são exibidas concomitantemente a imagens ao vivo captadas dos mesmos ângulos, de modo a revelar a atenção para diferentes olhares da obra coreográfica, da arquitetura, dos gestos e fluxos do espaço.

Instantâneo
    Apenas não
                     [2010]

Foto: João Priolli