FIM
             [2018]

FIM é uma coreografia que parte da investigação sobre o fazer coletivo e suas potências enquanto modo de trabalho, modo de criação e modo de vida, onde o estar só e o estar junto coexistem. Imersas numa experiência de escuridão e imaginação, compartilhada com o público, as artistas se lançam no mergulho de dançar juntas a partir de outras formas de conexão.

A pesquisa corporal do espetáculo passa pelos experimentos de dançar de olhos fechados durante um tempo prolongado, como proposição em que a solidão e a relação com o outro acontecem simultaneamente. Adentrando a escuridão do próprio corpo, a imaginação emerge como uma força potente de criação de movimento e como modo de construção dramatúrgica coletiva. O escuro, ao mesmo tempo em que priva o sentido da visão, torna-se um campo de abertura para novas possibilidades da percepção de si, do outro e do espaço, tanto para as artistas quanto para o público que presencia a experiência do FIM.

Foto: Mayra Azzi